Poemas II







.


Abandono


Fantasia

Véus da Paixão

Solidão Companheira

Sonhos

Amor Desejado Amor

Um Certo Tempo

Desejo

Noite Escura

Foi este Olhar

Êxtase

"Se"

E agora!

Anjo Profano (Dueto)

Encanto

Lembranças

Teus Versos

Dança das Horas

Meu Corpo Tatuado

Fronteiras





Voltar

Home


"Para ser grande, sê inteiro; nada teu exagera ou exclui. Sê todo em cada coisa. Põe o quanto és no mínimo que fazes. Assim em cada lago a lua toda brilha, porque alta vive"   
Fernando Pessoa.